Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

No comando: FLASH BACK TOTAL

Das 12:00 as 12:59

No comando: AMADO BATISTA

Das 6:00 as 7:00

No comando: GOSPEL HITS

Das 7:00 as 7:59

No comando: MUNDO SERTANEJO

Das 7:00 as 7:59

No comando: SÁBADO ALEGRE

Das 8:00 as 10:59

Val
No comando: Show 104

Das 08:00 as 11:00

No comando: Cristo é a Solução

Das 11:00 as 12:00

No comando: 104 MPB

Das 12:00 as 12:59

No comando: VOZ EVANGÉLICA – IGREJA DE CRISTO

Das 13:00 as 13:59

No comando: A VOZ DA PROFECIA

Das 13:00 as 13:59

No comando: CRISTO É A SOLUÇÃO – ASSEMBLÉIA DE DEUS

Das 13:00 as 13:59

No comando: BREGA: FUSCÃO PRETO

Das 13:00 as 14:30

1238235_336843019784982_2097465645_n
No comando: Tarde Popular

Das 14:00 as 16:00

No comando: MUSICAL VARIADO

Das 14:30 as 15:59

No comando: ESPECIAL 104,9

Das 16:00 as 16:59

No comando: PRESSÃO FORROZEIRA

Das 16:00 as 17:59

No comando: AS 30 MAIS DA PROGRAMAÇÃO

Das 18:00 as 19:00

No comando: A VOZ DO BRASIL

Das 19:00 as 20:00

Principais vias de Natal recebem placas com números de atendimento à mulher em situação de violência

Compartilhe:
placas-novas

Neste período de Pandemia, em que o isolamento social se faz necessário para conter a propagação do Coronavírus, os casos de violência doméstica cresceram 169,2% no Rio Grande do Norte, segundo dados do Observatório da Violência Letal e Intencional do RN.

Para tentar diminuir esses índices em Natal, a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (SEMUL), em parceria com a Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU), está instalando placas com os números Disque Denúncia 180, Disque Polícia Militar 190 e Acolhe Mulher 0800 281 8000 da Prefeitura do Natal.

O Agosto Lilás, campanha que alerta a sociedade para a importância do combate à violência contra a mulher, está chegando ao fim, mas a Prefeitura do Natal se preparou para deixar um lembrete importante pelos canteiros da cidade, durante os outros meses do ano: mulher, você não está só.

Qualquer pessoa pode compartilhar esses números de denúncias e atendimentos às mulheres em situação de violência. Lembre-se que a denúncia pode salvar vidas e pode ser feita de forma anônima.

Deixe seu comentário: