Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

No comando: FLASH BACK TOTAL

Das 12:00 as 12:59

No comando: AMADO BATISTA

Das 6:00 as 7:00

No comando: GOSPEL HITS

Das 7:00 as 7:59

No comando: MUNDO SERTANEJO

Das 7:00 as 7:59

No comando: SÁBADO ALEGRE

Das 8:00 as 10:59

Val
No comando: Show 104

Das 08:00 as 11:00

No comando: Cristo é a Solução

Das 11:00 as 12:00

No comando: 104 MPB

Das 12:00 as 12:59

No comando: VOZ EVANGÉLICA – IGREJA DE CRISTO

Das 13:00 as 13:59

No comando: A VOZ DA PROFECIA

Das 13:00 as 13:59

No comando: CRISTO É A SOLUÇÃO – ASSEMBLÉIA DE DEUS

Das 13:00 as 13:59

No comando: BREGA: FUSCÃO PRETO

Das 13:00 as 14:30

1238235_336843019784982_2097465645_n
No comando: Tarde Popular

Das 14:00 as 16:00

No comando: MUSICAL VARIADO

Das 14:30 as 15:59

No comando: ESPECIAL 104,9

Das 16:00 as 16:59

No comando: PRESSÃO FORROZEIRA

Das 16:00 as 17:59

No comando: AS 30 MAIS DA PROGRAMAÇÃO

Das 18:00 as 19:00

No comando: A VOZ DO BRASIL

Das 19:00 as 20:00

DESAPROVAÇÃO PESSOAL DE BOLSONARO SOBE DE 28% PARA 53%, DIZ PESQUISA

Compartilhe:
Bolsonaro-696x391

POR ESTADÃO CONTEÚDO — Mais da metade da população desaprova o desempenho pessoal do presidente Jair Bolsonaro. É o que mostra a pesquisa CNT/MDA divulgada hoje (26).

O índice de desaprovação aumentou significativamente, chegando a 53,7%, ante 28,2% de fevereiro. No início do ano, 57,5% diziam aprovar o desempenho do presidente, mas esse índice caiu agora para 41%. Não quiseram ou não souberam responder 5,3% dos entrevistados.

Com relação ao governo de Jair Bolsonaro, também aumentou a reprovação em 20 pontos percentuais. A avaliação negativa do governo passou de 19% em fevereiro para 39,5% em agosto. A avaliação positiva diminuiu, passando de 38,9% em fevereiro para 29,4% agora. A avaliação regular do governo é de 29,1% e 2% não souberam responder.

Foram realizadas 2.002 entrevistas, entre os dias 22 e 25 de agosto, em 137 municípios de 25 Unidades da Federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Deixe seu comentário: